A importância da Segurança do Trabalho para empresas

0 100

Dentro de uma empresa, seja ela uma fábrica ou indústria, há uma série de elementos importantes, sendo uma delas a Segurança do Trabalho.

Com números muitas vezes alarmantes relacionados à quantidade de acidentes ou, em casos mais graves, até mesmo com óbito de um funcionário, as corporações se viram obrigadas a investir em maior segurança para a execução das suas atividades.

Não à toa, surgiu o Decreto-Lei 34.715 de 27 de novembro de 1953.

Nele, as empresas foram obrigadas a estabelecer a SIPAT (Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho), evento anual, onde ocorrem palestras e divulgações sobre as melhores maneiras de evitar situações de risco.

Essa ação de conscientização faz ainda mais sentido quando se verifica os dados fornecidos pelo Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho, já que entre 2012 e 2018 foram registradas 16.455 mortes e 4.5 milhões de acidentes em empresas brasileiras.

Isso quer dizer que o investimento em Segurança do Trabalho vai muito além de uma simples formalidade.

Afinal, é preciso zelar pela integridade dos seus colaboradores, proporcionando informações de qualidade que possam garantir mais proteção para eles.

Sendo assim, se você quer entender mais sobre a Segurança do Trabalho e como ela pode ser importante para o seu estabelecimento, siga na leitura deste artigo.

O que é Segurança do Trabalho?

Toda função profissional exige dedicação e cuidados. Há serviços que possuem altos índices de perigo, assim como há aqueles que podem ser feitos de modo seguro, e não representam riscos para os profissionais.

Certamente, uma pessoa que trabalha com impressão adesivo vinil atua de modo mais tranquilo, sem precisar de equipamentos complexos e de segurança para desempenhar a sua função.

Em contrapartida, há cargos que exigem preparação prévia e, do mesmo modo, necessita de itens que garantam a segurança do executor. 

Os serviços presentes na construção civil podem ser um exemplo bastante ilustrativo disso.

Segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT), cerca de 7500 mortes por condições insalubres ou perigosas ocorrem todos os dias, sendo 1000 delas por acidentes.

Nesse sentido, a Segurança do Trabalho tem como objetivo promover a conscientização dos colaboradores de uma empresa.

Mostrando a importância de se executar as atividades diárias com os equipamentos adequados, devidamente habilitados para isso e com muito mais atenção.

Afinal, seja por risco de vida ou de acidentes que podem deixar sequelas, é fundamental que os envolvidos em um tipo de serviço estejam cientes da sua responsabilidade e da necessidade de se proteger de diversos elementos.

A fabricação de uma mangueira hidráulica de alta pressão, por exemplo, certamente é feita em um local de trabalho próprio, contanto com maquinários e matérias-primas adequadas.

Mas, tão importante quanto ter as ferramentas de trabalho corretas, é saber executar o serviço e utilizar todos os equipamentos essenciais de proteção.

Sendo assim, a Segurança do Trabalho é a melhor maneira de levar conhecimento para os seus colaboradores e garantir que eles entendem a necessidade de se protegerem.

A Segurança do Trabalho nos diferentes setores

Os proprietários de empresas de tratamento de concreto aparente, de indústrias químicas ou de fábricas de produtos alimentícios devem estar sempre atentos às regulamentações dos seus setores.

Isso porque cada área de atuação envolve riscos pertinentes às suas atividades, além de que as diferentes profissões possuem demandas próprias e, por isso, não existe uma cartilha única a ser seguida.

Uma empresa que atue no ramo de refeição industrial terá de cumprir as regras e determinações pertinentes ao trabalho com alimentação, diferentemente de um profissional que atua com radiologia, por exemplo.

Isso porque os elementos presentes nas áreas possuem diferentes efeitos para as pessoas, de modo que um alimento certamente será algo inofensivo ao trabalhador, enquanto a radiação pode causar problemas à saúde.

Sendo assim, cada empresa deve entender mais e se alinhar com as diretrizes estabelecidas para o seu segmento, garantindo maior assertividade nas suas ações de Segurança do Trabalho.

Assim, uma fábrica de home planejado para sala de TV saberá exatamente quais são os requisitos e orientações referentes ao seu setor, protegendo os seus funcionários e obedecendo adequadamente às suas especificidades.

As ações possíveis para otimizar a Segurança do Trabalho na sua empresa

Saber sobre a importância da Segurança do Trabalho para o seu negócio é o melhor modo de começar a aplicar ações que podem otimizar a rotina do seu negócio.

Sendo assim, é importante investir em diferentes pontos, tais como:

  • Palestras de conscientização;
  • Compra de equipamentos de segurança;
  • Monitoramento do ambiente;
  • Consultas médicas periódicas;
  • E outros cuidados.

Palestras de conscientização

É fundamental criar uma cultura de engajamento nos seus funcionários, para que eles estejam sempre atentos e empenhados em garantir a sua própria segurança, e a dos demais colaboradores, dentro do ambiente de trabalho.

Para isso, uma boa alternativa é investir em palestras periódicas, com o intuito de reforçar os principais pontos envolvendo a Segurança do Trabalho, instruindo-os sobre a importância e sobre o que deve ser feito na rotina do estabelecimento.

Hoje, com o objetivo de tornar esses momentos mais lúdicos e interativos, existem formatos desenvolvidos para aumentar a interação dos colaboradores, fazendo com que eles participem de modo ativo e fixem o conteúdo mais facilmente.

Depois, é importante realizar reuniões com a equipe, retomando os temas abordados nas apresentações para que eles estejam sempre no horizonte do funcionário.

Além disso, como mencionado anteriormente, a SIPAT é um período essencial dentro das empresas. 

Sendo uma semana dedicada a prevenção e conscientização, ela reforça a importância de instruir os seus funcionários constantemente.

Desse modo, é muito mais fácil garantir a segurança dos profissionais envolvidos na montagem de um projeto de quiosque para shopping ou de qualquer outra atividade do estabelecimento.

Compra de equipamentos de segurança

As atividades presentes no dia a dia de diferentes negócios envolvem, muitas vezes, o uso dos equipamentos de segurança individuais (EPIs).

Eles visam evitar que os funcionários sofram acidentes comuns, protegendo-os de situações imprevistas.

Entre os principais EPIs estão as luvas, capacetes, bota de borracha, máscara, uniforme operacional, dentre outros.

Ao utilizar adequadamente os equipamentos, é muito mais fácil prevenir queimaduras, cortes e outros tipos de escoriações que, apesar de não apresentarem grandes riscos para a saúde, podem causar desgastes na pele.

Monitoramento do ambiente

O monitoramento do ambiente pode ser uma alternativa para incentivar os profissionais a utilizarem os seus EPIs e seguirem as normas de segurança do seu local de trabalho.

Uma boa dica para ajudar nesse aspecto é posicionar placas nas paredes do espaço, que ajudam a lembrar os colaboradores de alguns cuidados especiais durante a prática do serviço e a utilizarem os seus equipamentos.

Destinar uma área especial para os EPIs, próxima do pátio fabril, pode ser uma estratégia eficiente para incentivar os funcionários, além de melhorar a organização do ambiente.

Assim, eles assumem os seus postos de trabalho apenas depois de vestirem os seus trajes e acessórios adequados.

Consultas médicas periódicas

Muitas empresas já contam com o incentivo à saúde, ou seja, elas estimulam que os seus colaboradores invistam nos cuidados pessoais e agendem consultas médicas.

Além disso, se eles tiverem queixas específicas, é essencial que eles sejam direcionados para o serviço médico adequado, seja o clínico geral ou o geriatra aos 40.

Alguns estabelecimentos também incluíram em sua rotina a ginástica laboral, evitando o sedentarismo e as doenças causadas por lesões de esforço repetitivo (LER).

Com ações práticas como essa, é possível melhorar o dia a dia dos funcionários e evitar vários desconfortos, tornando o trabalho ainda mais agradável.

Outros cuidados

Juntamente com palestras de conscientização, a compra dos EPIs adequados, o monitoramento do ambiente e o incentivo à saúde, existem outros cuidados que podem melhorar ainda mais a Segurança do Trabalho na sua empresa.

Garantir que o cumprimento da carga horária seja seguido corretamente evita que os seus funcionários realizem atividades de modo exaustivo, o que costuma ser a causa de vários acidentes e prejuízos no negócio.

Nesse sentido, é importante seguir as diretrizes do seu segmento, sejam elas em termos de exposição aos elementos presentes no estabelecimento, ou do período máximo de trabalho indicado nas diferentes funções.

Outra sugestão é de oferecer um refeitório no local. Isso porque é possível contar com um cardápio montado por nutricionistas, que podem adequar o consumo calórico com a atividade realizada.

Assim, as funções que exigem maior uso de força física devem receber os nutrientes que deem mais energia para os trabalhadores, enquanto trabalhos de escritório devem priorizar uma alimentação mais leve.

Com esses cuidados, a saúde dos colaboradores recebe mais atenção e garante uma rotina muito mais ativa e apropriada, estimulando hábitos saudáveis.

Por isso, a Segurança do Trabalho é composta de várias ações de conscientização que, alinhadas, podem promover um ambiente de trabalho protegido e produtivo. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.