Por que utilizar QR Code no seu estabelecimento?

0 130

É sempre importante, na hora de fazer o planejamento financeiro, pensar no dinheiro que será utilizado para atrair potenciais clientes, aumentar a autoridade e turbinar a presença do negócio tanto no mundo físico quanto no digital.

A interação entre a realidade virtual e o lugar em que vivemos não é nova: nos últimos anos, a chamada realidade aumentada – como no famoso jogo Pokémon Go, que fez a cabeça de pessoas em todo o globo – tem sido utilizada para tornar mais interessante a experiência de uma pessoa com uma marca, causa, etc.

Não por acaso, a publicidade tem buscado se adequar às coisas que tem chamado a atenção do grande público: se você tem visto cada vez mais lojas com aplicativos próprios, sites arrojados e conteúdo próprio, é porque há de fato um esforço para unir as realidades e estar dentro das tendências.

Onde o QR Code entra nisso? Longe de ser uma invenção recente – falaremos um pouquinho sobre o surgimento dele nos próximos tópicos -, ele está presente em peças de publicidade, na televisão ou nos pontos de ônibus, em cartões de visitas, em flyers e nas embalagens de produtos de todo tipo.

Há quem adore desvendá-lo e há quem ainda não sabe sobre as suas potencialidades. Seja você um consumidor ou o dono de um estabelecimento, existem motivos para aderir ao QR Code e para passar a prestar mais atenção nele. Falaremos mais sobre o assunto abaixo.

QR Code: um código especial

O Quick Response Code, ou Código de resposta rápida, foi desenvolvido em meados de 1994, por uma empresa japonesa chamada Denso-Wave. 

Ele é, digamos assim, um código de barras mais evoluído: com duas dimensões, ele pode ser lido por programas que cabem em celulares Android ou iOS, e é capaz de guardar uma boa quantidade de conteúdo.

O que isso significa? Que pode levar uma pessoa, consumidor, doador, cliente ou possível cliente, a um determinado conteúdo que é relevante para a sua marca. Pode ser para a página oficial de uma empresa, para um portfólio, enfim.

O QR Code, além de prático, funciona de formas múltiplas: ele pode ser impresso ou não, pode enfeitar embalagens, enriquecer ações promocionais e até mesmo permitir que você faça “amigos” e crie listas de contatos em aplicativos e jogos.

Donos de negócios: como utilizar?

Como se pode ver, o QR Code é uma tendência que veio para ficar. Além de tudo o que já foi comentado, existem algumas utilizações do QR que podem ser bastante vantajosos para donos de negócios.

Formas novas de pagamento

Você deve ter percebido que as formas de pagamento têm se tornado cada vez mais diferenciadas e facilitadas: em busca por públicos cada vez mais apressados e exigentes, as ferramentas de transação têm que ser excelentes.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC), mais de 80% dos varejistas têm o desejo de adotar o QR Code e aplicativos de pagamento, como o PicPay, dentro de um ano. 

É vantajoso? Pensemos em alguns casos reais: o iFood fez campanhas estimulando os clientes a testarem o pagamento através de QR Code, para diminuir a possibilidade de fraudes e a utilização de dinheiro ou cartões na hora do recebimento do pedido.

Da mesma forma, o Mercado Pago – isso há cerca de dois anos! – deu vantagens e descontos para quem aderisse ao QR Code na hora de pagar pelos produtos adquiridos na plataforma.

Por fim, bancos digitais, que também são uma tendência que não deve morrer tão cedo, tem utilizado os códigos de resposta rápida para validar transferências e transações diversas. Seguro e inteligente.

Ofertas personalizadas

É possível incentivar a compra de produtos, kits e similares através da utilização de códigos de QR – e de promoções dadas aos que optarem por eles, claro.

Funciona da seguinte forma: o dono de um negócio disponibiliza, através da internet, em um flyer ou por meio de uma imagem enviada pelo WhatsApp ou publicada nas redes sociais, um código específico. Ele, ao ser escaneado em seu estabelecimento, permite ao usuário que receba, digamos, 10% de desconto em seu pedido.

É, sim, uma forma de atrair mais clientes e de fidelizar os antigos: todo mundo gosta de se sentir valorizado. E de pagar menos, obviamente.

É um mundo inteiro a ser explorado. Com um pouco de criatividade e dedicação, é possível fornecer aos consumidores uma série de benefícios e, com isso, fazer cada vez mais vendas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.