O que é necessário para o microempreendedor receber o Auxílio Emergencial

0 70

Se você é MEI, veja o que deve ser feito para ter o corona voucher na sua conta

Gabriel Mecca 

Uma das classes mais afetadas pela pandemia do coronavírus foi o Microempreendedor Individual (MEI). A maioria deles não possuem contratos com multa rescisória com nenhuma empresa. Então, na hora de dispensar trabalhadores no momento da crise, eles são os primeiros da lista. Isso significa que eles estão na linha de frente para receber o auxílio emergencial do governo federal. 

Para o MEI receber o corona voucher, ele precisa seguir alguns passos. O primeiro deles é baixar o aplicativo ou acessar o site do Auxílio Emergencial. Faça o cadastro com suas informações básicas. Será feita uma análise para verificar se você poderá ou não receber os R$ 600. Todo o processo poderá ser acompanhado online. 

O pedido sendo aprovado, chega o momento de receber o auxílio. Se tiver uma conta na Caixa ou no Banco do Brasil, o dinheiro será depositado automaticamente na conta. Caso não tenha, será gerado um código, e ele deverá ser utilizado para acessar sua Conta Poupança Social pelo aplicativo Caixa TEM. 

O Auxílio Emergencial será pago em três parcelas. A primeira começou ser paga no dia 14 de abril. Até o fim do mês de abril será paga a segunda, e no final do mês de maio a terceira. Ainda não foi divulgado se terão mais parcelas do auxílio caso a quarentena se estenda nos próximos meses. 

Além do auxílio, o MEI tem uma outra preocupação nos próximos meses: o DASN SIMEI, a 

declaração de imposto de renda mei. Em outras palavras, é a declaração da pessoa jurídica. Todos os ganhos da pequena empresa devem ser declarados ao governo. Inclusive o auxílio recebido durante a pandemia. 

Ele é diferente da declaração de Imposto de Renda (IR), feito por pessoas físicas. Essa declaração serve para documentar o faturamento anual das microempresas. Vale lembrar que o teto desse faturamento é de R$ 81 mil. Acima disso, já deixa de ser micro e passa a ser média ou grande empresa. Antes de fazer a declaração do DASN SIMEI é necessário o pagamento do DAS. Caso esteja atrasado, é necessário quitar essa dívida.  

Mesmo com a crise, quem é MEI deve estar bastante ligado às obrigações perante ao governo nas próximas semanas. Seja para receber uma renda, seja para declarar os ganhos do último ano.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.